Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Editorial – 29.09.2021

Compartilhe:
editorial_1170x530

A CPI da Pandemia foi palco ontem (28) de um dos depoimentos mais devastadores desde o início dos trabalhos da comissão, no mês de abril. A advogada Bruna Mendes Morato, responsável por auxiliar alguns médicos a elaborarem um dossiê com denúncias contra a operadora de planos de saúde Prevent Senior a respeito da ocultação de mortes de pacientes após a administração de um tratamento precoce contra a Covid-19 sem qualquer tipo de comprovação científica, esteve na companhia dos senadores.

 

As declarações da advogada foram estarrecedoras. Ela disse que a empresa ameaçava de demissão os médicos para que eles distribuíssem o tal ‘kit Covid’, inclusive para pacientes com comorbidades. Aliás, esse kit era enviado em caixa fechada para todos os novos pacientes da Prevent Senior, sem qualquer tipo de prescrição, de acordo com informações as quais os senadores tiveram acesso.

 

Segundo Bruna, a operadora disponibilizava os tais medicamentos porque, pasmem, os custos do kit eram inferiores aos de uma internação. Aliás, de acordo com a advogada, a Prevent Senior sequer teria leitos de UTI suficientes para internar todos aqueles pacientes que necessitassem de tratamento de urgência.

 

Outra informação que a advogada trouxe à comissão é a de que a operadora e médicos do tal ‘gabinete paralelo’, como a doutora Nise Yamaguchi, fizeram uma espécie de pacto pró-hidroxicloroquina para evitar que o país entrasse em um lockdown por conta do vírus, em uma espécie de trama do Governo Federal com os Ministérios da Saúde e da Economia. São fatos absolutamente aterrorizantes, como essa gente não tem o menor respeito pela vida humana, como só tinham como prioridade única a manutenção das atividades econômicas no país.

 

Isso porque eu nem citei o episódio em que a família de um paciente acusa a Prevent Senior de recomendar a adoção de tratamento paliativo, oferecido a pacientes sem chances de cura, entre outras situações, para economizar custos em detrimento de outros procedimentos. Os familiares do advogado Tadeu Frederico Andrade, de 65 anos, afirmaram que a suspensão dos cuidados por pouco não foi adotada sem sua concordância. Hoje Tadeu está completamente curado, sem nenhuma sequela da Covid e tem uma rotina normal.

 

A ânsia nefasta dessa Prevent Senior por dinheiro é algo que provoca náuseas a qualquer um que tenha o mínimo de humanidade. Eu acho que isso deixa mais do que claro a importância do Sistema Único de Saúde, público e gratuito, que tem no respeito à vida sua base, e não na busca por lucros.

 

Eu acho que toda essa trama expõe o caráter genocida dessa gestão do Palácio do Planalto, o tamanho dos crimes cometidos por Jair Bolsonaro e por todos aqueles que estão no seu entorno no governo. Eu confesso a vocês, ouvintes, que esse é um dos editoriais mais difíceis que eu tive de preparar nesse período em que apresento o Faixa Livre. É impossível não se indignar com todos esses assassinatos cometidos pelo Governo Federal.

 

Ouça o comentário de Anderson Gomes:

 

Deixe seu comentário:

Baixe nosso App

Baixe nosso App

Programas anteriores

Mural de Recados

Deixe seu recado

Para deixar seu recado preencha os campos abaixo:

Para:  
E-mail não será publicado
(mas é usado para o avatar)